Header

andrei thomaz

Labirintos Invisíveis, desenvolvido para iOS e Android, consiste numa nova versão do trabalho originalmente desenvolvido em 2008 para web e para celulares Java, baseado no conto Os dois reis e os dois labirintos, de Jorge Luis Borges. Quando o trabalho foi realizado, telefones celulares e outros dispositivos móveis não contavam com acelerômetros e giroscópios. O uso de tais recursos nos permitiu melhorar a experiência do trabalho, aproximando-o de alguns labirintos de madeira, onde o objetivo do jogador é conduzir uma esfera metálica inclinando a base do brinquedo.

O jogo apresenta duas mecânicas opostas. A primeira propõe ao jogador o desafio de atingir a saída de um labirinto que é completamente invisível no início da partida. Cada vez que o jogador move-se dentro do labirinto e esbarra numa parede, esta torna-se visível. Entretanto, como o tempo é limitado, não pode-se perder tempo tentando tornar todo o labirinto visível.

Já na segunda mecânica, o labirinto é visível no início da partida mas, a cada segundo, algumas de suas paredes são apagadas. Entretanto, elas continuam impedindo a passagem do jogador. Assim, o jogo torna-se mais difícil ao longo do tempo, já que o jogador não vê mais quais são os obstáculos no caminho em direção à saída e é obrigado a deslocar-me por tentativa e erro.

design por www.escaphandro.net